terça-feira, 27 de abril de 2010

Resumão do Quinta Digital: Marketing Mobile

Um pouco (muito) atrasado, mas por uma justa causa, compartilho com você, leitor, um singelo resumo do último Quinta Digital, com o meu xará, o Marcelo Oliveira, da Takenet, que falou sobre Marketing Mobile, dia 8 de abril, no Catado de Ideias. Você pode assistir a íntegra da palestra dele abaixo ou economizar duas horas do seu dia lendo este resumão (mas recomendo assistir, se tiver tempo).



Antes da palestra, aquela cervejinha gelada e uns petiscos deliciosos como sempre (isso porque eu não sabia o que me aguardava depois da palestra!)

Começando às 20h40, Marcelo (eita cara simpático, viu!) começou sua fala apresentando uma matéria do Jornal Nacional de 2007 sobre celulares em que ele foi uma das fontes. Video que você vê abaixo:



Marcelo contou um pouco da história da empresa - surgida em 1999 quando as operadoras passaram a digitalizar a telefonia celular - e entoou seu mantra "Transformar o celular em uma plataforma de negócios". Foram realizadas algumas ações interativas como votar via SMS em ringtones para interromper o discurso do Lula (Tô Nem Aí, Festa no Apê ou Você Não Vale Nada...). Os participantes enviavam as mensagens QD VOTO Nº para o 49810 e o resultado aparecia na tela. Muito bacana!

Meu xará mostrou também um video de uma ação via celular realizada em Londres, onde as pessoas enviavam palavras via SMS e elas apareciam em uma nuvem de fumaça numa praça. Muito bacana!



Depois rolou outra interatividade com o público, através de mensagens gravadas e de um bate-papo nos moldes do antigo "Disque Amizade", em que o sistema abria uma "sala" e todos que enviassem um SMS para o 49810 conversavam. Muito bacana!

De acordo com Marcelo, já são quase quatro bilhões de celulares no mundo, transformando o aparelho em uma mídia de massa. "A publicidade móvel é mais focada, permite personalização de acordo com o perfil do assinante. O celular é o novo 'queridinho' do marketing", disse. Inclusive, segundo ele, a tendência atual é o mobile advertising não só nas buscas, mas em aplicativos, portais, games e SMS (no caso do SMS, ele deu um exemplo bacana de uma marca de carro que pagava o SMS de quem escrevesse no fim da mensagem o nome do modelo de um de seus carros). Muito bacana!

Como a Takenet está focando em mobile advertising, Marcelo brincou que a Takenet seria uma boa empresa para o Google comprar. ;-) Inclusive, a Takenet desenvolve aplicativos até para SIM Cards, que nada mais são que computadores sem tela e sem teclado, mas com memória (cada vez maior) e processador. "Vamos desenvolver aplicativos para a Copa de 2014 voltados para turistas que compram celulares no Brasil para usar durante sua estadia aqui", adiantou Marcelo.

Matt Montenegro, um dos participantes, lembrou da banda larga gratuita prometida pela PBH para a Copa de 2014 e disse que o modelo de negócio das operadoras de telecomunicação poderá mudar drasticamente.

Aí Marcelo Oliveira elencou as sete mass media:

1) Impresso
2) Disco
3) Cinema
4) Rádio
5) TV
6) Internet
7) Celular (que pode fazer as demais mídias serem interativas)

Para Marcelo, o celular é a mídia mais pessoal. "63% das pessoas não dividem nem com o cônjuge (principalmente com ele - rs). O celular está sempre com você, é 24/7. Para um e-mail, o tempo de resposta médio é de 24 horas. Um SMS tem tempo médio de resposta de cinco minutos", ressaltou, acrescentando que o celular está sempre no ponto de inspiração: Aconteceu alguma coisa, você filma, twitta, envia SMS ou mesmo liga para alguém pra contar. Além de vir com sistema de pagamento embutido (conta de telefone). "O celular tem 90% das informações do dono, sendo a mídia mais mensurável", completa. Inclusive na questão da localização da pessoa, com poucos metros de margem de erro.

Como dificultador (nem tudo são flores!), Marcelo apontou o que chamou de "Long Tail = Long Fail": "a tela ainda é pequena e as pessoas ficam pouco tempo navegando pelo celular, além de ser mais difícil encontrar aplicativos", lamentou. Marcelo apontou ainda alguns usos de realidade aumentada para celular e disse que num futuro próximo será possível termos softwares instalados no aparelho que até sugerirão movimentos em um jogo de xadrez! Muito bacana!

Marcelo deu também exemplos de uso offline para a interação via celular, citando uma campanha feita pela Audi para o R8 (não lembro agora o que era, mas achei esse video interessante), o Google Goggles Labs, que identifica locais através de uma foto via celular, e o video "Sixth Sense", do TED, que sugere diversas aplicações de realidade aumentada com celular. Numa última interação com o público (só pra quem era Claro, meu caso), Marcelo pediu para enviarmos um SMS para o 49810 de novo com a mensagem QD Claro pra ganhar 20 minutos de ligações. Meu celular apareceu na tela do sistema da Takenet, mas ainda não recebi mensagem confirmando meus minutos (viu, xará? ;-P) (Update mais abaixo)

Bom, no mais foi isso. Ah, teve o pós-palestra também, claro, com o bom e velho networking e o prato principal (que eu salivo só de lembrar): escondidinho de carne seca (o melhor que eu já comi na vida)! Muito bacana!

Em tempo: Ainda esta semana, resumão do iMasters Interminas 2010 (muito bacana, mas com ressalvas) e promoção para o próximo Quinta Digital com o Ronaldo Gazel. Aguardem!

Luis, cadê as fotos no seu Flickr do Quinta Digital, meu rei?!

UPDATE 05/05/2010: Hoje recebi um SMS informando que ganhei os 20 minutos. Valeu, Takenet!

* Marcelo Oliveira e Alexandre Stanislau alertaram que as interações via SMS eram de teste e poderiam eventualmente não funcionar.

Um comentário:

_matt; disse...

Amizade, eu sou o Matt Montenegro e não Lobato ;)

Troca aí =)

Matt Montenegro;

Seguidores