ID 360 - 28 e 29 de setembro!

Governo Federal escolhe aceleradoras para o Start-UP Brasil

Nenhum comentário
O secretário de Política de Informática do Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação (MCTI), Virgilio Almeida, anunciou nesta quinta-feira (28/2) quias são as nove aceleradoras selecionadas para participar do programa Start-UP Brasil, iniciativa do governo para incentivar a criação de negócios inovadores no país.

As escolhidas são 21212, Aceleratech, Microsoft, Papaya, Pipa, Wayra, Fumsoft, Outsource e Start You UP.

Juntas, elas investirão até R$ 36 milhões em até 100 startups, que serão selecionadas na próxima fase do programa. Metade dos recursos virá do governo e a outra metade será investida pelas próprias aceleradoras.

As inscrições para startups interessadas em participar do programa começam em 21 de março. O evento de lançamento será no Rio de Janeiro e contará com a presença de nomes prestigiados do setor, como Bob Dorf, coautor do livro The Startup Owner’s Manual, e Dave McClure, fundador da aceleradora norte-americana 500 Startups.

Regras do jogo
Durante uma apresentação na Campus Party, em janeiro deste ano, Rafael Moreira, coordenador-geral de software e serviços de TI do MCTI, detalhou as regras do programa. Segundo ele, cada startup receberá até R$ 200 mil em troca de uma fatia do seu negócio, que não deverá passar de 12%.

“Tivemos uma preocupação muito grande em garantir que o empreendedor ficasse com a maior parte da empresa”, disse o coordenador na época.

Da verba que será repassada a cada startup, até 15% poderão ser gastos com tecnologia e o restante será voltado à remuneração do time de empreendedores. Segundo Moreira, os salários vão flutuar entre R$ 4 mil e R$ 8 mil. Os investimentos em esforços comerciais e de marketing ficarão a cargo das aceleradoras.

Serão selecionadas inicialmente 150 startups, que passarão para a segunda etapa do processo. As aceleradoras escolherão os finalistas.

Fonte

Nenhum comentário :