Patrocínio

05/08: Lucia Santaella e Edgar Morya discutem Novas Tecnologias e Humanismo no CCBB

Nenhum comentário
Este é o terceiro encontro da série Arte & Ciência e será realizado na próxima quarta-feira, 5 de agosto, em entrada gratuita.

Como os estudos e as pesquisas sobre o funcionamento cerebral podem contribuir para o bem-estar humano e o que esperar para o futuro? À luz das novas tecnologias, ainda podemos falar em humanismo ou o próprio sentido do humano está se desconstruindo? Quais os caminhos da arte?

Para responder a essas e outras questões, o Centro Cultural Banco do Brasil (CCBB) reúne o cientista da equipe de Miguel Nicolelis, Edgard Morya; e a ensaísta e pesquisadora de novas mídias Lucia Santaella, no terceiro debate do ciclo Arte & Ciência, que acontece no dia 5 de agosto, a partir das 19h30. Com o tema O futuro do humano, o debate é gratuito e conta com a mediação do filósofo e diretor teatral Luiz Carlos Garrocho.

Lucia Santaella é pesquisadora do CNPq, professora titular da Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, com doutorado em Teoria Literária e Livre-Docência em Ciências da Comunicação pela Escola de Comunicação e Artes da Universidade de São Paulo. É diretora do Centro de Investigação em Mídias Digitais e Coordenadora do Centro de Estudos Peirceanos na PUC SP. É presidente honorária da Federação Latino-Americana de Semiótica e correspondente brasileira da Academia Argentina de Belas Artes. Fez repetidos estágios de pós-doc (Fullbright, Fapesp, CNPq, Capes, DAAD). Recebeu os prêmios Jabuti em 2002, 2009, 2011 e 2014; o prêmio Sergio Motta em 2005, e o prêmio Luiz Beltrão em 2010. Organizou 13 livros e, de sua autoria, publicou 41 livros, além de cerca de 300 artigos em publicações especializadas, no Brasil e no Exterior. Sua obra mais recente é "Sociotramas. Estudos multitemáticos sobre redes digitais", lançado em 2014.

Edgard Morya é graduado em Fisioterapia pela Universidade de São Paulo (1996), possui doutorado em Ciências (Fisiologia Humana) pelo Instituto de Ciências Biomédicas da USP (2003) e Pós-Doutorado em Ciências (Fisiologia Humana) pelo Instituto de Ciências Biomédicas da USP (2006). Atualmente faz parte da equipe de Miguel Nicolelis, sendo coordenador de pesquisas do Instituto Internacional de Neurociências Edmond e Lily Safra, em Macaíba (RN), no Instituto Santos Dumont. Tem experiência na área de neurociência e neurofisiologia, com ênfase em eletrofisiologia, controle motor, psicofísica e acoplamento sensório-motor.

Numa série de sete encontros mensais, que estão acontecendo no CCBB Belo Horizonte e também nos CCBBs São Paulo, Rio de Janeiro e Brasília, o ciclo propõe a seus convidados questões estimulantes e atuais, como as relações entre a lógica não-clássica e a arte; os dilemas éticos envolvidos nas pesquisas genéticas; o poder das artes e da música para o bem-estar psicológico; as fronteiras filosóficas da física e da cosmologia. Em Belo Horizonte, os debates do projeto acontecem na primeira quarta-feira de cada mês, até dezembro.

Além de Morya e Santaella, participam dos próximos encontros do ciclo o matemático Francisco Antonio Doria, parceiro de Newton da Costa; os físicos Luiz Pinguelli Rosa e Rogério Rosenfeld; o poeta e filósofo Antonio Cicero; os artistas plásticos Arthur Omar e Ivald Granato; a biogeneticista Mayana Zatz; a filósofa Olgária Matos.

O debate O futuro do humano tem duração de 120 minutos. As senhas devem ser retiradas na bilheteria do CCBB a partir das 18h30.

SERVIÇO:
Evento: Arte & Ciência
Patrocínio: Banco do Brasil
Apoio: Centro Cultural Banco do Brasil 
Idealização/Curadoria: Beatriz Carolina Gonçalves

Debate: O futuro do humano
Data: 5 de agosto – quarta-feira
Horário: 19h30 às 21h30
Debatedores: Edgard Morya e Lucia Santaella
Local: Centro Cultural Banco do Brasil / Auditório  
Praça da Liberdade, 450 – Funcionários
Tel: 3431-9400
Classificação indicativa: 12 anos
ENTRADA FRANCA – mediante retirada de senha, distribuída com uma hora de antecedência.

Nenhum comentário :