ID 360 - 28 e 29 de setembro!

30/09: CreativeMornings traz neurocientista Sidarta Ribeiro a BH

Nenhum comentário

Sidarta Ribeiro deixou os EUA, onde era pesquisador do principal laboratório de neurociência do país, para voltar ao Brasil e fundar o Instituto do Cérebro, no Rio Grande do Norte. Como estudioso do sono, sonho e memória, se tornou um dos cientistas mais promissores em sua área. É com ele que o público do CreativeMorningsBH vai conversar em bate-papo marcado para o dia 30 de setembro, às 8h30, no MM Gerdau - Museu das Minas e do Metal (Praça da Liberdade, s/nº, Prédio Rosa). Para mais informações, acesse www.facebook.com/creativemorningsbh.

Além de falar sobre os mistérios do cérebro, psicanálise e estudos do sonho, Sidarta conduz uma manhã de autógrafos de seu livro recém-lançado na Flip, “Limiar: Uma década entre o cérebro e a mente”. A obra, que aproxima a ciência dos estudos do sono e sonho, é composta por 96 crônicas que expõem argumentos convincentes e sem excesso de complexidade “desafiam, questionam, provocam o leitor”. É uma publicação que nos lembra que ciência é cultura. Presente em nosso cotidiano, dela precisamos para entender melhor o mundo que nos cerca e construir nossa história.

De acordo com Sidarta Ribeiro, em entrevista recente à Flip, o sonho e a criação artística provêm do mesmo lugar, que é o inconsciente. Muitas pessoas criativas já atribuíram suas descobertas e invenções ao sonho, que facilita o insight, a produção de novas ideias. E têm os artistas, como Salvador Dali, que fazem disso um método.

Mais sobre Sidarta Ribeiro
Sidarta Ribeiro é professor titular da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN) e o atual diretor do Instituto do Cérebro (ICe) da UFRN. Biólogo pela Universidade de Brasília (UnB), mestre em Biofísica pela UFRJ, doutor em Comportamento Animal pela Universidade Rockefeller (EUA), com pós-doutorado em Neurofisiologia pela Universidade de Duke (EUA). Realiza pesquisas sobre sono, sonho e memória; plasticidade neuronal; comunicação vocal; competência simbólica em animais não-humanos e neuroeducação.

Foi secretário da Sociedade Brasileira de Neurociências e Comportamento (SBNeC). Desde 2011, coordena o comitê brasileiro do Pew Latin American Fellows Program in the Biomedical Sciences. É membro do comitê científico da Latin American School of Education, Cognitive and Neural Sciences (LA School), que, em 2014, recebeu o prêmio inaugural Exemplifying the Mission of the International Mind, Brain and Education Society. Também é autor dos livros “Entendendo as Coisas” (ed. L&PM), “Maconha, cérebro e saúde” (ed. Vieira & Lent) e “Limiar: uma década entre o cérebro e mente” (ed. Vieira & Lent).

Nenhum comentário :