ID 360 - 28 e 29 de setembro!

Semana de atividades chega ao fim, com a participação de 3.500 pessoas

Nenhum comentário
Foram mais de 70 palestrantes em cinco dias de evento. Desde a última segunda-feira, dia 28, o Minas Startup Week contou com palestras, workshops, debates, desafios, rodada de negócios e importantes participações de empreendedores brasileiros e do exterior em cinco pontos de Belo Horizonte.

Cine Theatro Brasil Vallourec, Ibmec, Serraria Souza Pinto, The Plant Coworking e Techmall foram os locais que receberam os eventos, que tiveram inscrições esgotadas, recebendo mais 3.500 interessados de Minas Gerais, demais estados e até de outros países. De acordo com o empresário Matt Montenegro, um dos membros da comunidade San Pedro Valley, as metas foram alcançadas: “O principal objetivo era celebrar Minas como referência e vanguarda no que diz respeito às empresas de base tecnológica. A expectativa agora é que BH e Minas sigam crescendo, amadurecendo e mantendo-se como referência no cenário de startups, tendo cada vez mais agentes como Governo, Sebrae, Fiemg, universidades, empreendedores e outros trabalhando juntos para avançar melhor e mais rápido”.

Atualmente o cenário do setor de startups em Minas é positivo, apesar da crise econômica que afeta a economia brasileira. De acordo com um levantamento feito com 54 startups de Belo Horizonte da San Pedro Valley, a receita contábil total em 2015 chegou a 170 milhões de reais. A tendência é de crescimento: essas empresas têm quase 200 vagas de empregos abertas até o fim do ano.

O secretário de estado de Ciência, Tecnologia e Ensino Superior, Miguel Corrêa, fez um anúncio na noite da última quinta-feira, dia 1º, na Serraria Souza Pinto, tão esperado pelos empreendedores: o SEED, programa de Desenvolvimento do Ecossistema de Empreendedorismo e Startups em BH, que foi fechado em março, vai ser reaberto. O novo edital vai estar disponível em dezembro e as atividades devem recomeçar em março de 2016. Para isso, R$ 8 milhões de reais já estão aprovados. Serão 40 vagas para startups mineiras e internacionais.

Outra boa notícia é a retomada do Minas Digital, programa que tem como objetivo transformar o estado em referência mundial no campo da inovação e da educação tecnológica. A estimativa é de que seja investido R$ 1 bilhão em dez anos e que 100 mil jovens sejam formados por ano.

Para 2016, a comunidade de startups San Pedro Valley vai preparar um encontro especial para os empreendedores em um final de semana, além de uma agenda especial de eventos ao longo do ano.

Nenhum comentário :