Patrocínio

Sebrae e Projeto Providência ministram ações de empreendedorismo a alunos e professores de três aglomerados de BH

Nenhum comentário

O Sebrae iniciou, nesta segunda, 18 de abril, as ações do “Projeto de Qualificação dos jovens em vilas e favelas – Jovem Empreendedor”. Trata-se de uma atividade que visa estimular o conhecimento e a criatividade de jovens empreendedores inseridos em programas apoiados pelos Projetos Providência e BH Negócios. O público-alvo é constituído, além de jovens entre 14 e 25 anos, por professores do ensino fundamental que trabalham na Fazendinha (aglomerado da Serra, região Centro-Sul da capital mineira), no Taquaril/Alto Vera Cruz (zona Leste) e a na Vila Maria, no Jardim Vitória (região Noroeste). “A ideia é propor negócios que possam ser gerados na comunidade”, explica a analista do Sebrae Minas, Márcia Valéria Cota Machado.

A qualificação de jovens empreendedores acontece nestas segunda e terça-feira (18 e 19 de abril), naquelas comunidades, sendo esta a primeira ação efetiva do Projeto. Os jovens vão conhecer o programa Crescendo e Empreendendo, em que poderão analisar o mundo do trabalho e dos negócios, além de identificar oportunidades para atitudes empreendedoras. A programação continua em maio e junho, com as oficinas do modelo de negócios pessoais e o processo criativo.

As oficinas permitem que os participantes identifiquem suas competências, habilidades e interesses. As respostas a questões como o “que é um modelo de negócios” e a avaliação do modelo construído podem facilitar as escolhas, as possibilidades e as superações de desafios para as carreiras profissionais escolhidas. No processo criativo, o cliente é o foco e o aluno tem acesso a técnicas e ferramentas para desenvolver seu potencial criativo. Após os treinamentos, ocorre a maratona de negócios, com os jovens reunidos em capacitações que objetivam alavancar ideias de negócios para a comunidade.

Cada turma de capacitação deverá comportar aproximadamente 30 jovens empreendedores, que terão atividades até o fim do ano, incluindo palestras e um elemento novo; o Projeto de Sabores no Morro, que avaliará o cenário de estabelecimentos do Alto Vera Cruz e Taquaril. Já os professores (cerca de 30) serão qualificados em “Empreendedorismo na educação do ensino fundamental” no final de julho. “Também em julho vamos realizar o Startup Comunidade no Aglomerado da Serra, em parceria com o Projeto Criança Esperança. O Objetivo é estimular o desenvolvimento de ideias e soluções na comunidade”, diz Márcia.

Nenhum comentário :