ID 360 - 28 e 29 de setembro!

Plataforma estimula a responsabilidade integrada com a saúde

Um comentário

Runee é solução para empresas estimularem a prática de atividades físicas entre os funcionários e reduzirem os índices de doenças ocupacionais

Aos 33 anos, o empresário mineiro Marcelo Pimenta encara, diariamente, um dos maiores adversários da vida saudável: o sedentarismo. O especialista em tecnologia da informação sempre trabalhou sentado, em frente ao computador, durante longos períodos de tempo – um hábito que se tornou cômodo com os anos e acabou de refletindo em sua rotina fora do escritório. Hoje, ele trava uma luta contra a balança, em busca do tão sonhado bem-estar. "Por motivos de saúde, comecei a caminhar e a praticar atividades físicas”, conta. E decidiu incentivar outras pessoas a fazerem o mesmo. Assim, nasceu a plataforma de controle de atividades físicas, Runee.

O diferencial do aplicativo? Ao contrário do que se vê no mercado, o foco são as empresas. Para Marcelo, as corporações podem contribuir (e muito) para estimular a qualidade de vida entre seus funcionários: “Percebi o quanto elas poderiam incentivar, de forma mais interessante, a prática de atividades físicas”. A avaliação vai ao encontro de uma das dez previsões do Gartner – líder mundial em pesquisa e consultoria em tecnologia – para os próximos anos. Segundo a consultoria, até 2020, 40% dos trabalhadores reduzirão os problemas de saúde ocupacional com o uso de rastreadores fitness, e as empresas terão papel fundamental nisso.

A previsão soa como um alívio para a realidade que vivemos hoje. Segundo o Ministério do Trabalho e Emprego (MTE), mais de R$ 10 bilhões são gastos anualmente pelas corporações com encargos previdenciários. Entre essas despesas, estão os gastos com o absenteísmo, ou seja, a ausência ao trabalho, que traz inúmeros prejuízos tanto para a empresa quanto para o funcionário. Uma pesquisa divulgada pelo IBGE em 2015 revelou que 14 milhões de brasileiros faltaram ao trabalho apenas nas duas semanas que antecederam o estudo, o que corresponde a 7% da população do país. O levantamento também apontou que as principais causas do absenteísmo são resfriados e gripes. Em segundo lugar, estão as dores nas costas e no pescoço.

Marcelo Pimenta: sedentarismo
o levou a criar aplicativo
Marcelo integrava as estatísticas. O empresário sentia dificuldades para andar longas distâncias ou subir alguns lances de escada. Tinha problemas para respirar, sentia dores no corpo e sofria com uma baixa resistência imunológica que, não raro, o impedia de trabalhar devido a alguma doença. O quadro ainda está longe de ser o ideal, mas só melhorou depois de um longo período de conscientização.

“Mudar sozinho um estilo de vida, sem ajuda, é muito difícil e pode ser desanimador. Como o ambiente de trabalho é onde passamos grande parte do dia, ele tem todas as condições de interferir diretamente em nosso comportamento. Da mesma maneira, administrar a saúde dos trabalhadores deve ser encarado pelas empresas, cada vez mais, como essencial para a produtividade”, afirmou. O Runee surgiu exatamente para preencher essa lacuna.

A plataforma
O Runee é uma plataforma gratuita, voltada para empresas que querem estimular a prática de atividades físicas entre seus funcionários. Por meio da ferramenta, os colaboradores são motivados a aderirem a caminhadas, corridas ou ciclismo. O funcionamento é simples. O Runee coleta dados dos usuários que utilizam os principais aplicativos de atividades físicas do mercado, como Runkeeper e Strava. Cada esforço é pontuado, gerando um ranking entre os usuários.

As empresas, por sua vez, cadastram desafios para seus funcionários e podem conceder recompensas para quem conseguiu concluí-los, ofertando brindes, dias de folga ou outras gratificações. As corporações também podem optar por premiar os funcionários melhor ranqueados com créditos da própria plataforma, que podem ser acumulados e trocados por créditos de celulares, vantagens nas plataformas PlayKids e Ubook, entre outros.

“Mais do que minimizar os riscos de doenças ocupacionais ou atender a normas trabalhistas reguladoras, o objetivo do Runee é fazer com que os funcionários das empresas se animem com a prática de exercícios, incentivem os colegas a participarem e adquiram o hábito de se movimentar”, concluiu Marcelo. O maior ganho é também o mais precioso: qualidade de vida.

Site: http://runee.com.br

Um comentário :

Dr Desempenho disse...

"Plataforma estimula a responsabilidade integrada com a saúde." Já não era sem tempo, uma dos problemas da falta de exercícios e a queda da testosterona no homens, baixa libido e consequentemente ter uma atividade física auxilia na eliminação da ejaculação precoce e da disfunção erétil. No site www.drdesempenho.com tem muitas dicas e informações relevantes sobre esse assunto