ID 360 - 28 e 29 de setembro!

Minas quer aceleradora do programa TI Maior

Nenhum comentário
Instituições, empresas e órgãos governamentais em Minas Gerais estão se articulando para que o estado seja sede de uma das seis aceleradoras escolhidas no âmbito do projeto Start-Up Brasil, que faz parte das ações do programa TI Maior. Em evento na Cidade Administrativa, no dia 14 de dezembro, o secretário de Estado de Ciência, Tecnologia e Ensino Superior, Narcio Rodrigues, reforçou a importância de Minas atrair esses investimentos para continuar seu caminho rumo à liderança no setor de Tecnologia da Informação (TI).

Na ocasião, o Governo de Minas e o Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação (MCTI) assinaram acordo de cooperação técnica para desenvolvimento do programa TI Maior, que prevê investimentos de R$ 480 milhões em todo o Brasil. No estado, o governo e as entidades que representam o setor de TI – Fumsoft, Assespro-MG, Sindinfor e Sucesu-MG – vêm organizando o projeto MG TI 2022, com ações alinhadas ao programa nacional, voltadas para contribuir com o desenvolvimento dessa cadeia produtiva.

Diante de todos os esforços, uma das prioridades neste momento é vencer o processo de seleção que o MCTI abriu para o projeto Start-Up Brasil. Ao todo, seis instituições serão escolhidas no país para operar programas de aceleração de empresas que tenham produtos ou serviços inovadores para competir no mercado global. A candidata mineira é a Fumsoft, que conta com experiência na área de Empreendedorismo e o apoio dos demais atores públicos e privados no estado.

Vice-governador de Minas, Alberto Pinto Coelho, assina acordo de cooperação técnica com MCTI, representado pelo secretário Virgílio Almeida (Fonte: Agência Minas)

“Temos todas as condições de trazer essa aceleradora para Minas Gerais e pretendemos reunir esforços para que aqui no estado possamos apoiar ainda mais startups com o projeto MG TI 2022”, ressaltou o secretário-adjunto de Ciência, Tecnologia e Ensino Superior, Evaldo Vilela. O secretário de Política de Informática do MCTI, Virgílio Almeida, também salientou que Minas deve ser um pilar do desenvolvimento tecnológico do país. “Temos aqui um ambiente propício com a articulação de todos em torno de um mesmo objetivo”, apontou.

Também participaram da cerimônia na Cidade Administrativa o governador em exercício Alberto Pinto Coelho; o presidente da Comissão de Ciência e Tecnologia da Câmara, deputado federal Eduardo Azeredo; o secretário-executivo do Ministério de Ciência, Tecnologia e Inovação, Luiz Elias; o diretor-geral da Rede Nacional de Ensino e Pesquisa (RNP), Nelson Simões; e o reitor da UFMG, Clélio Campolina. A Fumsoft foi representada no evento pelo seu vice-presidente, Leonardo Fares, além dos diretores Wilson Caldeira, Francisco Neto, e pelo superintendente Márcio Tibo.


Nenhum comentário :