ID 360 - 28 e 29 de setembro!

Serviço pioneiro no Estado aproxima médicos e neonatologistas via internet

Nenhum comentário
Um serviço único no Brasil está aproximando, em Minas, pediatras e neonatologistas via Internet, em benefício de unidades de tratamento intensivo (UTIs) neonatais em várias regiões do Estado. A Central de Monitoramento de UTI Neonatal faz parte do sistema de telemedicina criado pelo Governo de Minas, o Tele Minas Saúde, promove, com a troca de experiências entre os profissionais, um atendimento especializado e compartilhado, que se reflete em mais qualidade e menos custos com a saúde.

Inaugurada em dezembro de 2012, a central tem o objetivo de dar suporte aos médicos, enfermeiros e outros profissionais que trabalham nos hospitais do interior. Duas UTIs em Montes Claros, uma em Janaúba e outra em Diamantina são as primeiras beneficiadas. Juntas, elas têm 40 leitos.

Do outro lado da tela, pediatras como o Dr. Maurício Marcelo, da UTI Neonatal do Hospital Universitário Clemente Faria, de Montes Claros, relatam a rotina de seus pacientes internados. Em Belo Horizonte, onde fica a central, 16 especialistas se revezam, anotando as informações e dando sugestões de procedimentos. Se necessário, especialistas em outras áreas são chamados.

“O profissional que está no interior sente falta de discutir os casos mais difíceis, e o suporte da central o faz se sentir mais seguro. O pediatra muitas vezes está diante de um caso difícil e quer discutir, quer ouvir outra opinião”, afirma a coordenadora da Central de Monitoramento de UTI Neonatal, Maria do Carmo Melo.

Profissionais de informática monitoram tudo e guardam todos os dados, inclusive as conversas por chat. Isso significa mais segurança no trabalho dos médicos e a construção de um banco de dados importante com as soluções sugeridas.

“Estamos tendo resultados positivos. Vemos que os médicos e enfermeiros estão recebendo bem o que propomos a eles. Já conseguimos observar mudanças na rotina dos hospitais com a nossa orientação, então é muito gratificante”, afirma uma das neonatologistas da central, Rossele Delandrea.

O pediatra Maurício Marcelo Costa aprova a iniciativa. “Estamos muito satisfeitos com o apoio da equipe no sentido de nos auxiliar no crescimento e aperfeiçoamento de técnicas para o cuidado do recém nascido”, avalia.

Segundo a gerente do projeto Teleminas Saúde, Nara Carvalho, a iniciativa tem inúmeros benefícios. “Nós já temos estudos que apontam que o melhor cuidado vai reduzir tempo de internação, mortes e danos. O esperado é que possamos apoiar mais UTIs no Estado daqui para frente”, declara.

O Tele Minas Saúde é o serviço de telessaúde de Minas Gerais desenvolvido em parceria entre a Secretaria de Estado de Saúde (SES/MG) e a Rede Mineira de Teleassistência. Os serviços de teleassistência disponibilizados para os municípios são teleconsultorias com plantões de clínica médica, pediatria, ginecologia e obstetrícia, dermatologia, enfermagem, odontologia, fisioterapia, psicologia, farmácia e nutrição; e plantão on line de cardiologia para análises de eletrocardiogramas, suporte aos atendimentos de urgências cardiológicas e discussão de casos clínicos.


Nenhum comentário :