Startup Ionsys é selecionada pelo programa "Promessas" da Endeavor

Um comentário
Com apenas 3 meses de mercado, a startup IONSYS já mostra à que veio. Especializada em aquisição de dados, a empresa incubada pela Nascente – sistema do Cefet-MG – foi selecionada pelo Programa Promessas, promovido pela ONG mundial de fomento ao empreendedorismo Endeavor em parceria com o Sebrae-MG. A eleição é o reconhecimento do caráter inovador e próspero da startup.

À frente da IONSYS, Hélio Capella e Túlio Oliveira (foto) se conheceram no Cefet-MG onde se graduaram, respectivamente, em engenharia elétrica e engenharia da computação. O desejo de ter o próprio negócio uniu-se às experiências complementares, fazendo com que eles fossem em busca da incubadora da universidade onde estudaram. “A aprovação na Nascente foi o primeiro reconhecimento que tivemos de que estávamos no caminho certo. Poder contar com esse apoio foi e é fundamental para alçarmos projetos maiores”, avalia Oliveira.


O foco da startup são projetos de aquisição de dados. Atualmente, a empresa possui dois clientes de médio e grande porte para os quais está trabalhando em projetos que correm em sigilo contratual para coleta de informações estratégicas que possam apoiar melhorias nas organizações. “A IONSYS nasceu com o intuito de facilitar a tomada de decisões de negócios de todos os tamanhos. Nosso papel é entender qual o real problema de cada cliente e propor soluções que permitam a coleta de dados que facilitem a gestão do negócio de forma assertiva”, informa Capella.

Mesmo com poucos meses de vida, o trabalho da startup já rendeu grandes conquistas. Recentemente, a IONSYS foi escolhida pela Endeavor como uma das startups incubadas para participar do Programa Promessas. A seleção fará com que a empresa receba suporte dos empreendedores da Endeavor Brasil durante seis meses com base em cinco pilares de gestão: marketing e vendas, produto, pessoas, gestão e governança, e operação e financiamento. “A mentoria será muito importante para complementar a nossa formação técnica. Ter apoio de uma ONG com esse porte é um impulsionador grande para os nossos projetos. Estamos ansiosos para que o processo inicie logo”, pondera o engenheiro de computação.

De acordo com Capella, a expectativa é encerrar o primeiro semestre de existência da startup com a conquista de mais 3 clientes. “O apoio de grandes órgãos como a Nascente e a Endeavor incrementaram nossa perspectiva de crescimento para este ano. A nossa experiência profissional em outras empresas e nossa bagagem pessoal serão complementadas por um embasamento amplo de especialistas e empresários nacionalmente conhecidos”, adianta o engenheiro eletricista.

Um comentário :

Brunno Ribeiro disse...

Excelente noticia. Parabéns e muito sucesso!